Twitter do Oscar Guedes

Hotel Emmy - Fiè Allo Sciliar -  Bolzano - Itália - Europa

Jornal Página Revista - Bahia

Club Med Trancoso - Porto Seguro - Bahia - Brasil

ECO REFLEXÃO
- os enigmas da vida -

 

DISCRIMINAÇÃO E PRECONCEITO NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA FEDERAL É TEMA DE FÓRUM EM BRASÍLIA

                                                                                     foto: MPOG
1º Fórum de Discriminação e Preconceito nas Relações de Trabalho na Administração Pública Federal
Evento inédito: 1º Fórum de Discriminação e Preconceito nas Relações de Trabalho na Administração Pública Federal

(Ministério do Planejamento/Brasília, 1º/10/2009) – Encarar e combater a discriminação nos ambientes de trabalho deve ser uma meta de todos os servidores e gestores de recursos humanos para garantir um melhor ambiente de trabalho, em condição de igualdade para todos, nos órgãos da União. A declaração foi dada nesta quinta-feira pelo secretário-executivo do Ministério do Planejamento, João Bernardo Bringel, na abertura do 1º Fórum de Discriminação e Preconceito nas Relações de Trabalho na Administração Pública Federal, que ocorre no auditório do Ministério do Planejamento, em Brasília.

Também na abertura do fórum, a secretária-adjunta de Recursos Humanos do Ministério do Planejamento, Maria do Socorro Mendes Gomes, destacou que o evento trata de um tema que é um tabu e que exige coragem se admitir e discutir.

“O preconceito é muito grave e precisa ser combatido em todos os setores da sociedade. A garantia da democratização das relações de trabalho está ligada à qualidade das condições de trabalho a qual os servidores estão submetidos. Combater o preconceito é, sem dúvida, uma das metas da SRH”, disse Maria do Socorro.

Para o ministro da Promoção da Igualdade Racial, Edson Santos, que também participou da abertura do fórum, a iniciativa do Ministério do Planejamento é importante para garantir o direito dos servidores que estão incluídos nas classes que mais sofrem discriminação da sociedade.

“Os direitos de todos devem ser assegurados. O acesso ao funcionalismo para todos foi garantido por meio do concurso. Antes, quando o emprego público era destinado aos apadrinhados, o número de negros, índios, portadores de necessidades especiais e homossexuais nas repartições públicas era insignificante. Após a obrigatoriedade de concurso, o acesso passou a ser igual para todos”, destacou o ministro.

O fórum é promovido pela Ouvidoria do Servidor da Secretaria de Recursos Humanos (SRH) do Ministério do Planejamento em parceria com a Ouvidoria-Geral do Sistema Único de Saúde (SUS). Reúne representantes de secretarias especiais da Presidência da República, integrantes de ouvidorias de diversos órgãos da União, gestores de RH e representantes da SRH.

O evento tem como objetivo sensibilizar e conscientizar os gestores públicos em relação ao preconceito nos órgãos do Executivo Federal que integram o Sistema de Pessoal Civil da União (Sipec) no que diz respeito ao preconceito em relação a negros, mulheres, gays, lésbicas, portadores de necessidades especiais e idosos.

***

 

INVEJA: A MEDIOCRIDADE DO SER HUMANO
por Marizete Furbino

- O invejoso parece desgostoso com a própria vida -

A inveja é um sentimento tão medíocre, que se torna difícil de ser “digerido”. Esse sentimento, que é desencadeado pela desigualdade, é capaz de corroer a alma do invejoso. E o pior é que este ser humano fica tão envolvido com tal sentimento, que se sente incapaz de perceber tamanha destruição em sua própria vida.

Percebe-se de forma bem nítida que a inveja advém do apego às coisas materiais, do desejo de obter o que o outro possui, tanto em se tratando de posses quanto de virtudes.

Observa-se que a inveja é um sentimento tão perverso que é como se fosse uma sede insaciável, o que faz obscurecer por completo a vida do invejoso, impedindo-o de se desenvolver e/ou crescer. E isso se deve ao fato de que simplesmente o invejoso vive em prol da vida alheia, esquecendo-se de cuidar de sua própria vida, vivendo em função da vida do outro. De fato, é triste perceber que há pessoas que funcionam como verdadeiros “guardas”, de “olho vivo” na vida alheia. Mais triste ainda é lembrar que enquanto este ser humano pernicioso se preocupar com a vida do outro, sua própria vida ficará estagnada, com tendência, a curto prazo, a ser conduzida a um verdadeiro caos.

Já é sabido por todos que o invejoso passa mal, chegando até a adoecer, quando alguém de seu convívio começa a brilhar; assim, utiliza de estratégias mesquinhas, tecendo fofocas, tentando minar, derrubar e até destruir o outro. Mas, o que se observa é que quem é derrubado e destruído é o próprio invejoso, uma vez que a inveja tem a tendência de corroer e de autodestruir levando o indivíduo ao extermínio de si mesmo.

Contudo, a inveja deveria ser repugnante, pois, carrega consigo a tristeza, a melancolia, o egoísmo, a dor e o ódio.

Mesmo ciente desses fatos, é triste e lamentável saber que convivemos com o invejoso, que ele está bem pertinho da gente, mas nós não o percebemos. Desconhecemos tal pessoa, talvez por não comungarmos desse mesmo sentimento destruidor ou por não querer acreditar que este ou aquele ser humano seja tão pernicioso a ponto de se tornar “jagunço” de nossas próprias vidas. Um dia a máscara cai nitidamente e, de forma inesperada, tal sentimento “aflora” com mais força, deixando-se transparecer de modo claro através do sentimento de ira, mágoa e de outros que nem precisamos citar.

Somado a isso, interessante notar que, antes desse fato ser consumado, convivemos e comungamos muito de nossa vida com o invejoso, confidenciando fatos, dialogando sobre nossa vida pessoal e profissional, partilhando de tudo um pouco. Mas, eis que em um dado momento, vem a decepção, quando a “máscara” cai e tudo vem à tona. Assim, dói mais o fato de conceber tal pessoa como invejosa do que a própria reação de inveja, uma vez que aquela pessoa era estimada e querida.

Assim sendo, torna-se importante salientar que ao invejoso importa que o outro não tenha o que ele deseja. Ridículo, não?

Vê-se, portanto, que o invejoso não luta para melhorar, para se desenvolver, pois a ele interessa ficar de “plantão” no que o outro possui; seu objetivo é a destruição, uma vez que ele deseja e não os tem. A atitude do invejoso exige que ele assista a própria vida de “camarote” sendo um mero “expectador”; dessa forma, não faz acontecer nem age em prol de sua própria vida, mas em função da vida alheia.

É de se observar que o invejoso é tão ganancioso no que o outro tem e/ou é que fica “cego” diante dos valores, virtudes e princípios que deveria ter, preocupando-se em demasia em assumir seu papel de perversidade diante do outro, esquivando-se a todo custo da amizade e consideração para com o outro.

É importante ressaltar que o invejoso parece carregado de desgostos, altamente descontente com a própria vida, cheio de angústias e totalmente revoltado, inalando egoísmo. Deixa de viver, se tornando intragável em meio ao seu convívio, uma vez que não conspira o bem para ninguém. Não sabe compartilhar nem se alegrar com os demais, além das reações “monstruosas”, que o fazem até mudar de cor quando age.

Finalmente, o invejoso, essa triste figura digna até mesmo de dó, necessita se enxergar antes de tudo, – reconhecendo a mediocridade que é ou foi sua vida com atos e sentimentos estéreis – , como se fosse a um palco onde tivesse representado uma peça vazia de conteúdo, sem qualquer brilho.

É imperativo tal autocrítica, pois só a partir de então, se assim o quiser, deverá “arregaçar as mangas” e lutar em prol de uma vida melhor, conscientizando-se de que se continuar tendo inveja do outro, ficará estagnado, correndo o risco de não crescer, morrendo com o próprio veneno.

Sobre a autora:

Marizete Furbino, com formação em Pedagogia e Administração pela UNILESTE-MG, especialização em Empreendedorismo, Marketing e Finanças pela UNILESTE-MG. É Administradora, Consultora e Professora Universitária no Vale do Aço.

***

 

DROGAS E VIDA PROFISSIONAL
por Oscar Guedes, 24/11/2008

Ser profissional é também não usar drogas? Um bom desempenho é essencial na carreira profissional. Trabalho combina com mentes saudáveis, embora uma parte da humanidade defende que os males viciosos não interferem no profissionalismo.

Baseado no grau de vício e nos danos causados, o álcool e o tabaco são drogas legalizadas. Desde que usadas com moderação, as bebidas alcóolicas não trazem prejuízos ao ambiente de trabalho. Já o alcóolatra tem seu destino mais próximo da demissão pela facilidade em levar sequelas para o campo profissional.

Para aquecer a polêmica das drogas mais graves, alguns países liberam o consumo da maconha. Na Holanda, por exemplo, é legalizado. Em contrapartida ao que muitos pensam, os usuários holandeses de álcool causam mais problemas na sociedade holandesa do que os usuários de maconha, segundo informações oficiais. A legalização do uso da maconha é vista como uma alternativa para combater o tráfico, o crime organizado e toda a violência estendida, ao arrecadar impostos e acabar com a clandestinidade.

O que esperar do universo polêmico das drogas? E a vida profissional combina com essa viagem problemática? Diante da complexidade mundana, cada caso deve ser analisado. Agir com preconceito também não é o caminho para soluções, assim como discriminar quem um dia foi vítima do contexto social.

Ao mesmo tempo, é importante mais pesquisas, debater profundamente o tema e encontrar mecanismos para uma ordem social sem ferir a liberdade individual e ser livre sem desrespeitar o coletivo e o profissional.

***

 

O QUE É COMUNICAÇÃO?
por Oscar Guedes


imagem da origem do universo

Comunicação é toda manifestação que transmite uma mensagem. A natureza também se comunica: nuvens escuras com trovões significam que vem chuva. Quando um indivíduo perdido na mata acende um fogo e produz fumaça para chamar a atenção de um possível grupo de buscas é uma forma de comunicação intencional. O modo de se vestir também é uma forma de se comunicar.

Inconscientemente, as pessoas transmitem muitas informações através da moda. Todo contexto, tudo que interage com nossos sentidos são formas de comunicação externa. O que vemos, o que sentimos, o que ouvimos, o que degustamos, o que cheiramos são algumas sensações que colaboram para o que pensamos, o que opinamos, o que falamos, o que escrevemos. O biotipo de um povo se autocomunica ao transmitir informações históricas, geográficas, sociais, econômicas, entre diversas.

Comunicação é um ângulo bastante amplo, muito além de palavras, sons e imagens. Uma análise do tripé emissor-mensagem-receptor, conclui-se que o mundo é uma eterna comunicação, uma vez que tudo na vida tem sua causa e seu efeito, onde até a pedra estática tem o seu "brilho".

***

FELICIDADE: SIGA EM FRENTE
por Oscar Guedes, 18/10/2008

Ninguém melhor que você para saber do que gosta, o que deseja, o que objetiva, o que sonha. Tudo que acontece em sua vida é reflexo do seu "eu". Se estás perdido, é preciso se encontrar para depois acreditar em seus "filmes" mentais. Se encontre, pense no que lhe faz bem, o que agrada aos seus sentidos, ao seu olhar, aos seus pensamentos, independente do que irão achar. A sociedade deve compreender suas decisões e escolhas. A família orienta, mas é você que decide (quando orienta!). Ao encontrar seu ego, planeje e organize como alcançar seus objetivos e sonhos. Pode dividir as metas em curto, médio e longo prazo. Cada iniciativa é importante para chegar ao ponto máximo. Simples ações reduz a distância para felicidade.

***

FIM DO MUNDO?
por Oscar Guedes (outubro/2005)  

Planeta Terra

Furacão nos Estados Unidos, tragédia no Iraque, terremoto na Itália, incêndios na França e em Portugal, tsunami na Ásia, tufão no Taiwan, enchentes na Europa, ciclone no Brasil... Os 4 elementos naturais (fogo, ar, terra e água) apresentam um momento de grande instabilidade. Não só a natureza como o homem vive momentos tensos. O que explica tanta tensão? Reação da natureza às agressões sofridas pelo bicho homem? Processo natural de transição que atravessa o planeta? Ou prenúncio das forças ocultas?

Nações, caracterizadas pela arrogância do poder econômico, se dissolverão da noite para o dia. Empresas irão à falência, pessoas perderão tudo, inclusive suas vidas. Nem sempre a morte é o final. Às vezes, o fim surge para recomeçar, iniciar um novo tempo. Uma nova era vai surgindo porque ganha forças para derrubar o que for contrário à evolução do universo.

Quem ainda não entendeu o segredo da vida, está na hora de refletir, repensar e mudar. Simples ações benéficas agem como uma lavagem espiritual, abrindo caminhos para um mundo melhor. Varrer a porta da sua casa interfere na mente com uma imensa força, capaz de mudar para melhor os seguintes segundos da sua vida. Não se esqueça também de varrer outras portas. Uma das portas da vida é a Natureza. O UNIVERSO é um SER VIVO. Procure tratá-lo, assim como você gostaria que fosse tratado.

***

 

SANTO INÁCIO: UM LUGAR MÁGICO!

morro de pedras

A vila de Santo Inácio, distrito do município baiano de Gentio do Ouro, realmente, é um lugar mágico. A foto acima se refere a um dos morros de pedras que circula a localidade e foi produzida pelo publicitário Oscar Guedes durante o alvorecer. Veja que a abertura nas pedras se assemelha com um pássaro voando e as pedras, devido ao efeito contra a luz, com nuvens. Resumindo: "na frente das nuvens negras, um pássaro voa em direção à luz do sol..."

 

Uma nova era está surgindo porque ganha forças para derrubar o que for contrário à evolução do universo.

Os pensamentos humanos fazem parte da essência do universo.

O que prevaleceu, mesmo por muitos tempos, prevalecia por ausência de uma nova força.

O que está dissolvendo não tem como enfrentar as novas forças.

***

 

Você é muito importante para mim.

Você corre, almoça, canta, chora, ama.

Você sorri, mas nunca me chama.

Você se entristece, mas depois se acalma, mas nunca me agradece.

Você caminha, sobe, desce escadas, e nunca se preocupa comigo.

Você tem tudo e não me dá nada.

Você sente amor, ódio, sente tudo, menos minha presença.

Você tem os sentidos perfeitos, mas nunca os usa por mim.

Você estuda e não me entende, ganha e não me ajuda, canta e não me alegra.

Você é tão inteligente e não sabe nada de mim.

Você reclama dos maus tratos, mas não valoriza o que eu faço por você.

Se você está muito triste, me culpa por isso, mas se está alegre não me deixa participar de sua felicidade.

Qualquer coisa boa que acontece consigo, você diz "Graças a Deus". E a miséria inocente no mundo agradecemos a quem?

Você conhece tanta gente importante, mas não conhece a mim, que o considera tão importante.

Você faz o que os outros ordenam, mas não faz o que eu lhe peço com humildade.

Se você não subiu na vida, descarrega sobre mim toda a sua ira, mas se você é importante pisa nos meus favoritos.

Você entende todas as transações do mundo, mas não entende a minha mensagem.

Você diz que é do bem, mas nunca faz algo para acabar com o mal.

Você acha que acabar com o mal é guerreando as suas próprias vítimas?

Você vive dizendo que acredita em mim só para manipular as pessoas.

Você quer igualar sua opinião com a minha e inventa que eu não gosto dos homossexuais.

Você vive enfiado numa igreja, mas na reunião do trabalho escolhe a estratégia que mais tira dinheiro dos mais necessitados.

Você diz que faz tudo pelo povo, mas na primeira oportunidade que tem desvia todo o dinheiro para si.

Você reclama tanto da vida, mas não sabe que a minha é triste por sua causa.

Você baixa os olhos quando um superior lhe fala, mas não levanta esses mesmos olhos quando lhe falo do meu amor.

Você fala das pessoas e não sabe que conheço toda a sua vida.

Você enfrenta muitos obstáculos na vida, é forte, mas que pena, embora não admita sei que você tem medo de mim.

Você defende seu time, seu ator, mas não me defende no meio de seus amigos.

Você corre em muitas direções, mas nunca corre para os meus braços.

Você não sente vergonha ao se despir perante alguém, mas sente vergonha de tirar a máscara diante de mim.

Você costuma falar do que faz, mas nunca me deu oportunidade de falar do que fiz por você.

Eu sou alguém que todos os dias bate a sua porta e pergunta: Tem lugar para mim na sua casa, na sua vida, no seu coração?

Eu sou quem criou tudo em harmonia, inclusive a sua espécie que vem desequilibrando o mundo.

Eu estou presente nestas linhas que por curiosidade você começou a ler.

E mesmo com tudo que você fez e faz, eu ainda te perdôo.

Eu sou a essência da vida.

Eu sou DEUS.

(AUTOR DESCONHECIDO)

***

 


                                       foto: Oscar Guedes

 

Há pessoas estrelas e há pessoas cometas. Os cometas passam. Apenas são lembrados pelas datas que passam e retornam. As estrelas permanecem. O sol permanece. Passam anos e anos, milhões de anos e as estrelas permanecem.

Há muita gente cometa. Passa pela vida da gente apenas por instantes. Gente que não prende ninguém e a ninguém se prende. Gente sem amigos. Gente que passa pela vida sem iluminar, sem aquecer, sem marcar presença. Assim são muitos reis e rainhas de todos os tipos. Reis de nações, rainhas de clubes ou de concursos de beleza. Assim são rapazes e moças que se enamoram e se deixam com a maior facilidade. Assim são pessoas que vivem numa mesma família e que passam um pelo outro sem serem presença.

Importante é ser estrela. Estar junto. Ser luz. Ser vida. Amigo é estrela. Podem passar os anos, podem surgir distâncias mas a marca fica no coração. Coração que não quer enamorar-se de cometas que apenas atraem olhares passageiros. Ser cometa é ser companheiro por instantes, é explorar os sentimentos humanos, é ser aproveitador das pessoas e das situações, é fazer-se acreditar e desacreditar ao mesmo tempo. A solidão de muitas pessoas é conseqüência de que não podem contar com ninguém. A solidão é resultado de uma vida cometa. Ninguém fica. Todos passam.

Há necessidade de criar um mundo de estrelas. Todos os dias poder vê-las e senti-las. Todos os dias poder contar com elas e sentir sua luz e calor. Assim são os amigos. Estrelas na vida da gente são coragem nos momentos de desânimo. Ser estrelas neste mundo passageiro, neste mundo cheio de pessoas cometas, é um desafio, mas acima de tudo uma recompensa. Ter sido luz para muitos amigos. Ter sido calor para muitos corações. Ter nascido e ter vivido e não apenas existido.

(AUTOR DESCONHECIDO)

 

 
© 2005 - 2010 Site Eco Enigma - Seu Sexto Sentido. Todos os direitos reservados