Site Eco Enigma - Oscar Guedes - Eco Poesias

Twitter do Oscar Guedes

Hotel Emmy - Fiè Allo Sciliar -  Bolzano - Itália - Europa

Jornal Página Revista - Bahia

Club Med Trancoso - Porto Seguro - Bahia - Brasil

ECO POESIAS



PELE ESCURA

Temos que acabar com a utopia
que negro não precisa de alforria
para comemorar a grande vitória,
o negro é gente e precisa de paz
sem preconceito de elite incapaz
que não reconhece a sua história.

Eles vivem em todo o Universo
graças a eles nasceu o progresso
que é destruído pelo lado errado,
com força perversa da oposição
e daqueles vírus sem classificação
que nós chamamos de pé-rapado.

O negro não tem culpa de sua cor,
pode dançar, sambar e ser doutor
como os brancos de forma natural,
não importa o meio aonde nasceu,
a matéria é igual do crente ou ateu,
que fora formada de amor essencial.

O negro precisa de carinho e amor
de uma sociedade sem muito rancor,
onde a corrupção é a lei mais forte,
daqueles que vivem com maldade,
corrompendo o negro sem piedade
denegrindo totalmente a sua sorte.

Precisamos reconhecer a igualdade
sem aversão ao preto na sociedade
com a força suprema do libertador,
não podemos renegar a conjuntura
de seres humanos com pele escura,
que ativaram o progresso com amor.

Juracy Franca (junho/2010)

***

REPETEANDO A ARTE
 
A arte está bem viva
Basta ter a inspiração
Às vezes cantando a diva
E o que sai do coração
Na poesia improvisada
A arte é emoldurada
No quadro de uma canção

Esperemos que o espaço
Não seja mais reduzido
Se o poeta andar descalço
Seu repente será fingido
Mas ,disse o grande Pessoa
O poeta é um fingidor,na boa!
O que sente não é percebido

Meu respeito aos repentistas
Onde aflora a inteligência
Aos cantadores e piadistas
Que desafiam até a ciência
No improviso ou na lembrança
A palavra, na rima, dança!
A poesia de pura essência
 
Jefão Meira (maio/2010)

 

***

 

VENTO

Força do vento
Percepção reconhecida
Proteção oferecida
Sopra para perto de mim
Sempre vem até a mim

Magia do vento
Bons ventos, boas energias
Vento nasce e renasce
Surge onde estou
Sopra para onde vou

Poderes do vento
Ilumina minha vida
Realiza meus sonhos
Seja onde estou
Seja para onde vou

Oscar Guedes (20/02/2009)

***

 

Mais poesias:

 

 

 
© 2005 - 2010 Site Eco Enigma - Seu Sexto Sentido. Todos os direitos reservados